Blog do Notre


Por que as crianças mordem?

Por

As temidas mordidas no início da vida escolar sempre aterrorizam a todos os envolvidos. Por que as crianças mordem? Contrariamente ao que se pensa, esta não é necessariamente uma atitude agressiva! As crianças, até aproximadamente dois anos, encontram-se na fase oral, ou seja, o conhecimento do mundo acontece pela boca. A sucção do seio materno é o primeiro contato com o mundo, o que proporciona à criança o prazer da saciedade. Nessa fase, ainda não há o domínio da linguagem, sendo que as crianças usam o corpo para se expressar. Assim, mordidas, empurrões e puxões de cabelo são tentativas de interação e comunicação.

Embora as mordidas façam parte de uma fase do desenvolvimento, não significa que devam ser aceitas ou ignoradas. Também não é motivo para rótulos e indignação. Nessas situações, é importante que um adulto mostre à criança outras maneiras de se expressar e conseguir o que deseja: ao invés de dizer “Morder não pode!”, você pode falar “Eu não gostei!” ou “Você me empresta?”. Dessa forma, ela vai aprendendo a substituir a mordida ou o empurrão pela linguagem, que é a maneira adequada de se comunicar. Ficar retomando insistentemente que a criança não deve morder pode causar efeito contrário, reforçando tal comportamento, uma vez que ela consegue obter muita atenção com essa atitude.

Outra questão importante é quando os adultos mordem a criança para brincar ou para expressar carinho. A mensagem fica confusa e os pequenos acabam reproduzindo esse tipo de manifestação. Portanto, vale lembrar que a maneira pela qual você se relaciona com seu filho é a base da aprendizagem do comportamento social, ou seja, o que fazem com a criança é o que ela entenderá que pode fazer com os outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *