Blog do Notre


Leitura e Produção de Textos

Por

A vida em uma sociedade letrada é marcada pelo contato com textos dos mais variados gêneros. São muitos os textos a serem lidos no nosso cotidiano (e-mails, notícias, anúncios, posts em redes sociais…), e a escrita também faz parte da nossa rotina de modo muito significativo. Em momentos diversos, precisamos escrever e pelos mais diferentes motivos: mandar notícias a quem está distante, pedir informações, manifestar uma opinião, defender um ponto de vista…

As atividades de leitura e escrita são complementares. Uma não existe sem a outra. Por esse motivo, todos os envolvidos no processo de orientar crianças e jovens pelo universo de textos a serem lidos e produzidos (pais, familiares e professores) precisam se reconhecer como parte desse universo. Precisam ser, acima de tudo, leitores – de livros, da vida e do mundo. E, se possível, devem ser também sujeitos da própria escrita, autores da sua história e de tantas outras com que se deparam ao longo da vida. Só assim poderão fazer despertar, naqueles que estão sendo “educados”, habilidades essenciais que permitam que eles se tornem leitores e autores competentes e autônomos.

Por isso, o trabalho com leitura e escrita deve ser um processo centrado na prática e na reflexão sobre ele: é lendo e relendo – muito e de forma crítica – que se aprende a ler; é escrevendo e reescrevendo – frequentemente – que se aprende a escrever. Para que isso aconteça, é essencial apresentar aos alunos textos de diferentes gêneros e levá-los a perceber a importância de observar, entre outros aspectos, o conteúdo, a linguagem e a estrutura que caracterizam textos de diferentes gêneros.

No Colégio Notre Dame de Campinas, investimos demais na prática de leitura e de produção de textos, de forma planejada e estruturada. Esse trabalho inicia-se no Ensino Fundamental 1 e é ampliado e intensificado no Ensino Fundamental 2, de forma a garantir que nossos alunos estejam preparados para desenvolver ainda mais suas habilidades de leitura e escrita durante o Ensino Médio.

O desafio é grande, mas o prazer, a alegria e o orgulho de ler textos de crianças e jovens que descobriram a importância de (re)ler e (re)escrever com competência e autonomia fazem com que tenhamos a certeza de que esse é o único caminho possível para o trabalho com leitura e escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *