Blog do Notre


Dia do brinquedo – Notre Dame Júnior

Por

Toda criança tem necessidade de brincar, pois essa ação é própria da infância, sendo carregada de prazer e satisfação. É brincando que a criança aprende a respeitar regras, a ampliar o seu relacionamento, a respeitar a si mesma e ao outro. O brincar vai além do brinquedo, permitindo à criança elaborar e vivenciar situações do cotidiano, criar e inventar novas possibilidades de exploração. Por meio do universo lúdico, a criança é estimulada a expressar-se, a ouvir, a respeitar e a discordar de opiniões, exercitando sua autonomia e compartilhando a alegria de brincar.

Na escola, vários materiais são disponibilizados para enriquecer esses momentos. No Maternal 1 e 2, a criança encontra-se numa fase mais egocêntrica, o que é próprio do desenvolvimento, ou seja, ela e seus desejos são o centro de tudo. Nessa fase, ainda é comum a dificuldade em partilhar e emprestar, pois a criança está centrada em suas necessidades e desejos. Esse aspecto vai sendo trabalhado gradativamente na escola. Por esse motivo, as crianças do Maternal 1 e 2 não têm o “dia do brinquedo”, pois é mais difícil partilhar um brinquedo de casa, que é só dela, do que um brinquedo da escola, que é de todos.

O “dia do brinquedo” começa a partir do Infantil 1, quando as crianças passam a exercitar o emprestar não só os brinquedos da escola, mas os objetos pessoais também. Nessa etapa, cabe uma outra orientação quanto ao tipo de brinquedo a ser escolhido para trazer para a escola e quanto ao respeito ao dia combinado.

Brinquedos caros e frágeis não são adequados ao uso coletivo. Trazer muitos brinquedos ou brinquedos com muitas peças também dificultam o controle e o cuidado. Assim, no Infantil 1 e 2, as professoras estão sempre refletindo sobre esses aspectos com as crianças e orientando as escolhas, pois brincar envolve muita aprendizagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *